Aplicativo Android Rejeitado pela Google

mobileapp

#1

Fala pessoal,

Entrando aqui pra reportar um caso que aconteceu comigo ontem enquanto tentava submeter a minha app na Play Store da Google. O problema está acontecendo, porque a app usa como activity inicial um browser para o usuário logar e em seguida autorizar o acesso via OAuth. Já que o login não é realizado dentro da própria app.

Imagino que isso pode vir a acontecer com outros desenvolvedores.

Precisamos pensar numa forma de adicionar o login internamenta dentro da própria aplicação. Ou algo que simule o login (como um código de liberação) e autorização na versão web para ser alimentado no app.


#2

Pessoal,

Segue o link da APK abaixo pra instalação, enquanto o google não resolve o problema de publicação na Play Store.

https://drive.google.com/open?id=1OtFM7LLEKfpwcNMkLnuG_ldaMjAh5elE

Por favor, testem inclusive requisitos não funcionais, como velocidade/segurança/usabilidade etc…


#3

Pessoal, a Google respondeu. Segue o texto abaixo. :unamused:

Hi Otavio,

Thanks for contacting the Google Play team.

After further review, your app will not be reinstated because we found that the main purpose of your app is to provide a webview of the following website: https://openredu.ufpe.br/

It’s a violation of the Webviews and Affiliate Spam policy to publish an app where the primary purpose of the app is to provide a webview of a website without permission from the website owner or administrator.

We were unable to verify your relationship with the original brand owner/content creator. If you are authorized by the site creator/content owner to redistribute the content in this manner, please reply with verifiable documentation.

Please let us know if you have any other questions or concerns.

Kind Regards,
Aidil Azma
The Google Play Team


#4

Olá Paulo,

Eu poderia emitir o documento solicitado. O que acha de focarmos para concluir a atualização do app?

Como posso ajudar?
Alex


#5

Oi professor,

Não sei se o senhor falou com o Juliano.
Mas eu fiz umas modificações para que o app funcione em qualquer instância, e tbm mexi no processo de login. Para melhorar a UX, consequentemente. Agora já não há mais a necessidade de abrir um browser no celular, sair da app e depois voltar. E ter vários app, um para cada instância.

Porém, é necessário uma alteração na API para recebimento do token do usuário, apenas na parte de login. Como eu não nunca mexi com Ruby estava aguardando essa alteração de alguém do desenvolvimento Web.

Se alguém conseguir fazer essa modificação na versão Web, eu já publico o app imediatamente para testes em todas instâncias com versão atualizada.


#6

Boa notícia Grande Diniz, ja fico na torcida para que os experts em Ruby aproveitem as férias para mais esta contribuição.


#7

Olá @podd

Estive com @jctv e @hscs analisando o caso e explicando para eles o histórico de teu projeto e de outros colegas que deram origem aos primeiros aplicativos móveis do Openredu (*).

@hscs e a colega @mlsbez irão colocar na agenda deles a criação da funcionalidade que falta para recolocarmos o apk Openredu na loja. Esse é o nosso objetivo maior.

Caso necessites de elementos gráficos, recomendo procurar o colega @jeffersonalex que poderá te orientar sobre a versão mais atual da identidade visual do Openredu.

Eu fico à disposição e desejo ver em breve o aplicativo e o novo código à disposição da comunidade.

Atenciosamente,
Alex

(*)
SANTOS, Hugo Lima. Design de Interação para Distância Transacional por Dispositivos Móveis, Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2011. http://goo.gl/BNXSE

SILVA, Helder. Auto-regulação em empresas: Uma ferramenta de e-learning, Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2011.

DINIZ, Paulo Otávio Dantas. Distância Transacional em Plataforma Social Móvel de Ensino, Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2012. [http://www.cin.ufpe.br/~tg/2012-2/podd.pdf]

de OLIVEIRA Alice Lucena Cavalcanti. Mobile Learning: Suporte na criação de cenários de aprendizagem fora do contexto escolar, Monografia de conclusão de curso, Centro de Informática da UFPE, 2012.